Hallowenn
Mais uma vez muitos estão celebrando esta “festa”. Festa dedicada a quem? A imaginar pelas fantasias, não é nada de bom. Afinal, mortos vivos, figuras horrendas,verdadeiras aberrações, desde quando deveriam ser celebradas??? Claro,desde que se criou a imagem da bruxa do bem, como se pudesse haver assassino do bem,tudo ficou mais relativizado. Mas tirando o aspecto religioso, que deveria ser o mais importante, a ser considerado, haja vista o Primeiro Mandamento, há que se considerar o aspecto ético da famosa frase desta festa, muito falada pelas crianças; “doçuras ou travessuras”; Ora, desde quando um pai deveria atender a chantagem dos filhos? Ou, será que não há semelhança ética entre essa frase e outra mais familiar e talvez mais temida, ou ainda, fruto da primeira: o tênis ou a vida?
Sim, precisamos refletir sobre a qual Deus servimos e quais comportamentos éticos estamos transmitindo aos nossos filhos num contexto relativizado de Hallowenn. Que Deus nos preserve na fé em Cristo a fim de celebrarmos a vida ao invés da morte e atitudes corretas em lugar de chantagens na infância que darão margem a outras ainda mais inescrupulosas.
31 de outubro traz uma data mais relevante a ser comemorada: a Reforma da Igreja Cristã, ocorrida no Século XVI. Ela chega até nós com grande atualidade. A Reforma, de onde surge o nosso “Luterana”, da sigla AELCA, longe de relativizar as questões de fé, aponta para a Bíblia como fonte de conhecimento de Deus, para a Graça de Deus manifesta nela, que nos mostra Cristo, em quem pela fé somente, temos a paz com Deus e a vida eterna. Desta verdade que liberta, surge um nova postura ética, que não chatageia o próximo, nem o ameaça, nem se apropria do que é do outro sob aparência de direito.
Que Deus nos mantenha alicerçados nessa fonte de vida: Somente a Escritura, Somente a graça, Somente a fé. Somente Cristo. Só a Ele Glória para sempre. Veja mais em: http://www.youtube.com/watch?v=1w-QqaI2L5M&feature=player_embedded e também em
http://www.youtube.com/watch?v=eA1dTrQQ8PA&feature=related
Pr José Daniel Steimetz – Capelão da AELCA.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.